[Fechar]

ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Chama Olímpica passará por Ilhéus, Itacaré, Camamu, Ituberá, Valença e Morro neste final de semana, 21 e 22

  • Por Itamarati Notícias quinta-feira, 19 de maio de 2016 01:56:00 Comentários

    Nas cidades, como Itacaré e Camamu, os preparativos estão acelerados para receber este momento histórico. Que é o Revezamento da Tocha Olímpica passando pelas cidades no Sul e Baixo Sul da Bahia.

    Nesta quarta-feira, 18, estiveram visitando as cidades onde a Chama Olímpica passará no final de semana, os representantes da República no Comitê Olímpico, Os representantes, Cláudio de Freitas e Fabrício Arruda percorreram o trajeto da Rota da Tocha, visualizando as questões de logísticas. Em Itacaré foram recepcionados por Luiz Quadros, da Secretaria de Esportes e Cultura e pelo jornalista Aleilton Oliveira, da Comunicação.

    Com certeza, este será um momento histórico para a nossa região que está inserida na Trajetória da Tocha Olímpica e a comunidade deseja participar, porque entende que a Tocha Olímpica também é de Itacaré, que é uma cidade que merece esse reconhecimento cultural e esportivo, pois é um berço da cultura e de grandes atletas na Bahia.

    Em Ilhéus, a Chama chegará no sábado, dia 21, onde haverá um grande evento de Celebração durante a noite, onde a Tocha “pernoitará” e no domingo pela manhã seguirá para Itacaré num comboio até chegar na primeira cidade do dia, que é Itacaré.

    O Revezamento

    Começou no dia em 3 de maio, em Brasília e no dia 22 chegará a Itacaré, as 9h da manhã e logo depois seguirá para Camamu, Ituberá, Valença e Morro de São Paulo.

    A chama Olímpica continuará percorrendo todo o pais e só chegará ao Rio de Janeiro, no dia 4 de agosto quando se iniciam as Olimpíadas. Neste percurso, do dia 3 de maio, ao dia 04 de agosto, serão mais de 300 cidades percorridas no país, durante 90 dias, integrando todo o país nas Olímpiadas do Brasil.

    Serão 12 mil condutores, cada um percorrendo cerca de 200 metros com sua tocha – o que é passado de uma para outra é a chama Olímpica, a mesma acesa ainda na Grécia. Serão 20.000 quilômetros por estradas e ruas brasileiras e mais 10.000 milhas aéreas em trechos das Regiões Norte e Centro-Oeste, sem que o fogo se apague.

    A Tocha Olímpica foi desenhada durante mais de 2 meses, após designers produzirem cerca de 200 protótipos até chegar ao modelo atual, da Tocha brasileira, que representa bem as cores, a alegria, as riquezas e a natureza do Rio de Janeiro.
    Fornecido por Aleilton Oliveira/Itacaré Bahia