ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Ubatã: Mulher grávida toma ‘chumbinho’ para matar bebê e acaba morrendo

  • Por Itamarati Notícias sábado, 28 de outubro de 2017 20:29:00 Comentários

    Uma mulher identificada como Luciene de Jesus Neves, de 32 anos, veio a óbito, na tarde deste sábado (28), na rua Gonçalo Martins, antiga ‘rua da Pinguela’, após tomar chumbinho.

    Segundo informações de familiares, Luciene estava grávida de cerca de 2 meses e teria tomado o veneno na tentativa de matar o bebê. Ainda de acordo com familiares, após tomar o ‘chumbinho’, cuja venda é proibida, a vítima começou a passar mal e confessou que havia tomado o veneno.

    Vizinhos foram chamados para socorrer, mas a vítima acabou indo a óbito em sua própria residência, mas ainda assim foi encaminhada ao Hospital César Monteiro Pirajá, onde foi confirmado o óbito de Luciene e também do bebê. “Acho que ela não pensou que ao tomar o veneno ia tirar a própria vida. Ela falou que não queria ter a criança”, disse um familiar”.


    Tragédia chocou familiares da vítima (Foto: Reprodução/Internet)


    Uma mulher identificada como Luciene de Jesus Neves, de 32 anos, veio a óbito, na tarde deste sábado (28), na rua Gonçalo Martins, antiga ‘rua da Pinguela’, após tomar chumbinho.

    Segundo informações de familiares, Luciene estava grávida de cerca de 2 meses e teria tomado o veneno na tentativa de matar o bebê. Ainda de acordo com familiares, após tomar o ‘chumbinho’, cuja venda é proibida, a vítima começou a passar mal e confessou que havia tomado o veneno.

    Vizinhos foram chamados para socorrer, mas a vítima acabou indo a óbito em sua própria residência, mas ainda assim foi encaminhada ao Hospital César Monteiro Pirajá, onde foi confirmado o óbito de Luciene e também do bebê. “Acho que ela não pensou que ao tomar o veneno ia tirar a própria vida. Ela falou que não queria ter a criança”, disse um familiar”.

    Em tempo, o corpo da ubatense deve ser encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus. A Polícia Civil investiga o caso.