ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Vitória e Atlético-GO ficam no empate, mantêm jejuns e se complicam ainda mais

  • Por Itamarati Notícias segunda-feira, 30 de outubro de 2017 00:35:00 Comentários
    Pior mandante do Campeonato Brasileiro, o Vitória ficou no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, neste domingo (29), no Barradão, válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão saiu atrás do placar, mas reagiu e empatou com José Welison no segundo tempo. O time comandado pelo técnico Vagner Mancini teve a chance de virar o placar com Tréllez, em cobrança de pênalti aos 25 minutos. No entanto, o colombiano desperdiçou a oportunidade.

    O próximo duelo do Vitória é contra o Vasco, domingo (5), às 18h (horário de Salvador), no Maracanã.


    Ferrari Modena

    Confira os melhores momentos da partida (Foto: Max Haack/ Ag. Haack)


    Pior mandante do Campeonato Brasileiro, o Vitória ficou no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, neste domingo (29), no Barradão, válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão saiu atrás do placar, mas reagiu e empatou com José Welison no segundo tempo. O time comandado pelo técnico Vagner Mancini teve a chance de virar o placar com Tréllez, em cobrança de pênalti aos 25 minutos. No entanto, o colombiano desperdiçou a oportunidade.

    O próximo duelo do Vitória é contra o Vasco, domingo (5), às 18h (horário de Salvador), no Maracanã.


    O JOGO

    O Vitória entrou em campo com o objetivo de vencer e assim quebrar o jejum de mais de dois meses sem triunfo no Barradão.

    O jogo começou estudado. O atacante Walter era o responsável por comandar as ações do Atlético-GO.

    Aos dez minutos, Walter recebeu a bola e deu um belo passe para Luiz Fernando, que bateu de primeira e estufou a rede.

    O Vitória partiu para o ataque em busca do empate, mas o time tinha dificuldades de furar o cerco do Atlético-GO, que se fechou completamente.

    Com o adversário fechado, o Vitória só conseguia chegar na bola parada ou em chutes de fora da área. Aos 27, Uillian Correia soltou uma bomba do meio da rua, mas o goleiro do Atlético-GO conseguiu espalmar e mandou para escanteio. Aos 31, Ramon chutou com perigo, Mas Marcos pegou em dois tempos.

    Fechadinho, o Atlético-GO chegava com perigo nos contra-ataques. Aos 36, Luiz Fernando recebeu na área, e mesmo sem ângulo, arrematou com perigo para uma boa defesa de Caíque.

    Segundo tempo

    Para tentar reverter o placar, o técnico Vagner Mancini fez duas substituições no segundo tempo. Ele sacou Fred e Neilton para entradas de José Welison e Kieza, respectivamente. Com isso, Ramon foi deslocado para a zaga.

    Aos 11, o técnico Vagner Mancini precisou queimar sua última substituição. Caíque Sá, se queixou de dores, após uma entrada mais forte de um atleta do Atlético-GO. Patric entrou na vaga.

    O Vitória continuava com dificuldades e não conseguia chegar com perigo na área do Atlético-GO.

    O Atlético-GO permanecia fechado. Então, o único jeito era continuar arriscando de fora da área. Aos 19, Correia tentou e a bola raspou a trave. Porém, um minuto depois, José Welison mandou uma bomba, a bola desviou no meio do caminho e morreu no cantinho do goleiro Marcos.

    Aos 25, Kieza disputou a bola com Breno Lopes na área e caiu. O árbitro assinalou penalidade máxima. Tréllez cobrou, mas Marcos voou e conseguiu fazer a defesa.

    O Vitória conseguiu criar algumas chances, mas não conseguiu virar o jogo.

    FICHA TÉCNICA
    Vitória x Atlético-GO
    Campeonato Brasileiro – 31ª rodada

    Local: Barradão, em Salvador
    Data: 29/10/2017
    Horário: 17h (da Bahia)
    Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/Fifa)
    Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/Fifa) e Miguel Cateneo Ribeiro da Costa (SP)
    Assistentes adicionais: José Cláudio Rocha Filho (SP) e Adriano de Assis Miranda (SP)
    Cartões amarelos: Uillian Correia (Vitória); Jorginho, William Alves e Walter (Atlético-GO)
    Gols: Luiz Fernando (Atlético-GO); José Welison (Vitória);

    Vitória: Caíque, Caíque Sá (Patric), Fred (José Welison), Wallace e Juninho; Ramon, Uillian Correia, Yago e Neilton (Kieza); David e Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

    Atlético-GO: Marcos; Marcão Silva, Wiiliam Alves, Gilvan e Bruno Pachecho (Breno Lopes); Paulinho, André Castro, Andrigo, Jorginho (Igor) e Luiz Fernando; Walter (Diego Rosa).
    Técnico: João Paulo Sanches.