ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Menina de 12 anos morre eletrocutada em árvore de Natal em Teresina

  • Por Itamarati Notícias terça-feira, 19 de dezembro de 2017 00:53:00 Comentários
    A estudante Iris Claudiene Braga, 12 anos, morreu eletrocutada na noite desse domingo na casa da avó no bairro Mocambinho, Zona Norte de Teresina. O avô José Humberto Braga disse que a menina tocou o dedo mindinho na parte de metal do conector do pisca-pisca ao ligar o enfeite na tomada.

    "Ontem por volta das 19h estava na casa da avó materna e quando a avó saiu da sala, ouviu um grito breve da menina e quando chegou já estava no chão desmaiada. Ela está com um ferimento visível no dedo mindinho da mão esquerda, que tocou no metal quando ela foi colocar o pisca-pisca na tomada. Não era fio desencapado", relatou o avô.

    “Ela era uma menina muito querida por todos, estamos muito abalados”, declarou a diretora da escola onde ela estudava, Francisca Viana.
    Ferrari Modena


    Ferrari Modena

    Iris Claudiene está sendo velada em sua casa (Foto: Andrê Nascimento/G1)


    A estudante Iris Claudiene Braga, 12 anos, morreu eletrocutada na noite desse domingo na casa da avó no bairro Mocambinho, Zona Norte de Teresina. O avô José Humberto Braga disse que a menina tocou o dedo mindinho na parte de metal do conector do pisca-pisca ao ligar o enfeite na tomada.

    "Ontem por volta das 19h estava na casa da avó materna e quando a avó saiu da sala, ouviu um grito breve da menina e quando chegou já estava no chão desmaiada. Ela está com um ferimento visível no dedo mindinho da mão esquerda, que tocou no metal quando ela foi colocar o pisca-pisca na tomada. Não era fio desencapado", relatou o avô.

    “Ela era uma menina muito querida por todos, estamos muito abalados”, declarou a diretora da escola onde ela estudava, Francisca Viana.

    Ferrari Modena

    Estudante morreu eletrocutada na noite do domingo (17) (Foto: Reprodução/Facebook)


    O avô contou que em menos de 15 minutos levaram a menina ao hospital, mas ela não resistiu. Os médicos, segundo a família, informaram que ela já chegou morta ao hospital. O Instituto Médico Legal (IML) informou que a menina morreu vítima de um choque elétrico.

    “A perícia inicial confirmou que a causa da morte foi o choque elétrico, mas apenas uma perícia de local do incidente pode determinar exatamente como esse choque aconteceu”, explicou o diretor do IML, André Biondi.

    A perícia ainda não confirmou se o pisca-pisca da árvore de Natal estava com algum fio desencapado ou se a menina foi mesmo eletrocutada ao conectar o enfeite na tomada.

    O corpo da adolescente está sendo velado em sua casa, no mesmo bairro onde o acidente aconteceu. Na Unidade Escolar Pequena Rubim, onde ela estudava, as aulas foram canceladas nesta segunda-feira (18).