ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Tecnologia: WhatsApp testa respostas privadas para mensagens de grupo

Por Itamarati Notícias sexta-feira, 15 de dezembro de 2017 23:29:00 Comentários
O WhatsApp está testando uma nova função para os seus grupos - segundo a empresa, existem atualmente mais de 1 bilhão deles na plataforma. A novidade será nas repostas: o WhatsApp terá um botão "responder de forma privada" para dizer algo especificamente a algum contato do grupo.

Segundo WABetaInfo, o app vai abrir uma conversa particular entre você e o usuário, citando a mensagem do grupo, permitindo responder privadamente algo dito em público. O recurso apareceu no código do WhatsApp Web e já está disponível nas versões beta do Windows Phone.

A expectativa é que iOS e Android logo recebam a novidade. O WhatsApp fez mudanças recentes dando mais poderes aos administradores de grupos, que vão poder barrar outros usuários de enviarem mensagens, habilitando modo de somente leitura, função similar a uma existente do Telegram.

Os administradores também poderão impedir outros membros comuns de alterarem o assunto, ícone e descrição de um grupo. Essas mudanças também já estão disponíveis nos betas do iOS e Android e na versão final do Windows Phone.


Ferrari Modena

O recurso apareceu no código do WhatsApp Web e já está disponível nas versões beta do Windows Phone.


O WhatsApp está testando uma nova função para os seus grupos - segundo a empresa, existem atualmente mais de 1 bilhão deles na plataforma. A novidade será nas repostas: o WhatsApp terá um botão "responder de forma privada" para dizer algo especificamente a algum contato do grupo.

Segundo WABetaInfo, o app vai abrir uma conversa particular entre você e o usuário, citando a mensagem do grupo, permitindo responder privadamente algo dito em público. O recurso apareceu no código do WhatsApp Web e já está disponível nas versões beta do Windows Phone.

A expectativa é que iOS e Android logo recebam a novidade. O WhatsApp fez mudanças recentes dando mais poderes aos administradores de grupos, que vão poder barrar outros usuários de enviarem mensagens, habilitando modo de somente leitura, função similar a uma existente do Telegram.

Os administradores também poderão impedir outros membros comuns de alterarem o assunto, ícone e descrição de um grupo. Essas mudanças também já estão disponíveis nos betas do iOS e Android e na versão final do Windows Phone.