ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

GANDU: Virada de ano é comemorada sem a tradicional queima de fogos

Por Itamarati Notícias quarta-feira, 3 de janeiro de 2018 00:08:00 Comentários
A festa de Ano Novo para os moradores de Gandu, baixo sul da Bahia, não teve a tradicional queima de fogos no entorno do Lago azul, cartão-postal da cidade. A questão financeira foi levada em consideração pela atual gestão, que decidiu não realizar a queima de fogos na noite de réveillon no município.

“Muita gente traz a família para o centro da cidade contando em assistir a queima de fogos, principalmente quem não viajou. Esse ano não aconteceu e quase ninguém ficou sabendo a tempo. É um pouco frustante.” disse um morador.

Segundo a prefeitura, o cancelamento do show pirotécnico se deu em razão da utilização da verba em outras áreas da administração pública.

“Sem recurso em caixa, não dá para fazer festa, como a queima de fogos. Mas nem por isso vamos desmerecer a gestão, visto que Gandu foi um dos poucos municípios que teve a economia mais movimentada da região onde mais de R$ 3 milhões foram gastos somente com folha de pagamento neste final de ano”, justificou uma fonte do governo.


Ferrari Modena

A festa de Ano Novo para os moradores de Gandu, baixo sul da Bahia, não teve a tradicional queima de fogos no entorno do Lago azul, cartão-postal da cidade. A questão financeira foi levada em consideração pela atual gestão, que decidiu não realizar a queima de fogos na noite de réveillon no município.

“Muita gente traz a família para o centro da cidade contando em assistir a queima de fogos, principalmente quem não viajou. Esse ano não aconteceu e quase ninguém ficou sabendo a tempo. É um pouco frustante.” disse um morador.

Segundo a prefeitura, o cancelamento do show pirotécnico se deu em razão da utilização da verba em outras áreas da administração pública.

“Sem recurso em caixa, não dá para fazer festa, como a queima de fogos. Mas nem por isso vamos desmerecer a gestão, visto que Gandu foi um dos poucos municípios que teve a economia mais movimentada da região onde mais de R$ 3 milhões foram gastos somente com folha de pagamento neste final de ano”, justificou uma fonte do governo.