ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Em jogo sonolento, Bahia fica no 0 a 0 com o Jacobina

  • Por Itamarati Notícias segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 12:14:00 Comentários
    O Bahia voltou a decepcionar no Campeonato Baiano. Em um jogo marcado pela sonolência, o Tricolor empatou sem gols contra o Jacobina na tarde deste domingo (4), pela quarta rodada da competição estadual. O placar de 0 a 0 voltou a irritar os torcedores, que vaiaram a equipe na saída de campo.

    Com o empate, o Bahia agora soma cinco pontos na competição e segue fora da zona de classificação. O Tricolor volta a jogar pela competição estadual na próxima quarta-feira (7), contra o vitória da Conquista, na Arena Fonte Nova.


    Em jogo sonolento, Bahia fica no 0 a 0 com o Jacobina

    O Bahia voltou a decepcionar no Campeonato Baiano. Em um jogo marcado pela sonolência, o Tricolor empatou sem gols contra o Jacobina na tarde deste domingo (4), pela quarta rodada da competição estadual. O placar de 0 a 0 voltou a irritar os torcedores, que vaiaram a equipe na saída de campo.

    Com o empate, o Bahia agora soma cinco pontos na competição e segue fora da zona de classificação. O Tricolor volta a jogar pela competição estadual na próxima quarta-feira (7), contra o vitória da Conquista, na Arena Fonte Nova.

    O JOGO

    Conforme adiantado pelo técnico Guto Ferreira, o Bahia entrou no campo do estádio José Rocha com força total para voltar a vencer no Campeonato Baiano de 2018. A equipe tricolor começou a dar as cartas do jogo aos oito minutos, quando Zé Rafael cruzou da esquerda, Lupita desviou e evitou que Kayke fizesse o primeiro gol. Quatro minutos depois, Zé Rafael recebeu lançamento de Nino, chutou de primeira e a bola passou longe da meta.

    Sem conseguir encaixar jogadas perigosas de ataque, o Jacobina tomou um susto com o seu meio-campista Caio Ulisses, que se machucou após um choque com o volante Edson. O atleta chegou a sangrar, mas retornou para o duelo.

    Enquanto isso, o Tricolor, que estava com a inspiração em baixa, seguia em busca do seu primeiro gol. Aos 26, o setor ofensivo trocou bons passes até a bola chegar em Léo. O lateral esquerdo cruzou rasteiro, mas nenhum jogador do Esquadrão alcançou a bola.

    Aos 36, o Bahia quase chegou ao primeiro gol. Nino Paraíba avançou pelo lado direito, finalizou, desviou no meio do campo, mas não enganou o goleiro Lupita, que fez uma grande defesa.

    Douglas toma cartão vermelho

    Com 40 minutos da primeira etapa, Lucas Fonseca tentou recuar de cabeça, mas acabou entregando a bola de graça para Michael, que driblou Douglas e foi derrubado pelo arqueiro, que foi expulso na sequência por Jailson Macedo Freitas.

    Segundo tempo

    Mesmo com um a menos, o Bahia começou a segunda etapa em cima do Jegue da Chapada. Aos sete, após cobrança de escanteio de Zé Rafael e toque de cabeça, Lupita interviu com um soco na bola.

    Com 17 minutos, o Jacobina chegou com perigo. Kauê recebeu dentro da área, chutou e a bola explodiu no zagueiro Lucas Fonseca. Aos 28, Tiago quase acertou o gol ao cabecear a cobrança de lateral de Léo Pelé.

    O Jacobina, que tinha a vantagem numérica, assustou aos 38 minutos. De fora da área, Teco mandou uma bomba com a perna esquerda e a bola passou muito perto. Quatro minutos depois, o Tricolor teve uma boa oportunidade em uma falta próxima ao gol, mas Vinícius chutou por cima.

    No último minuto, o meia Vinícius ainda acertou o travessão. Foi a última chance do Esquadrão, que voltou a empatar.

    FICHA TÉCNICA
    Jacobina 0 x 0 Bahia
    Campeonato Baiano - 4ª rodada
    Local
    : José Rocha, em Jacobina
    Data: 04/02/2018
    Horário: 16h (de Salvador)
    Árbitro: Jailson Macedo Freitas
    Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias
    Cartões amarelos: Lupita (Jacobina) / Edson (Bahia)
    Cartões vermelhos: Douglas (Bahia)

    Jacobina: Lupita, Kauê (Cassin), Thiago Vermelhão, Mayko e Da Silva; Reinaldo, Deivison, Caio Ulisses (Matheus) e Michael; Vitinho (Luca Savóia) e Teco. Técnico: Orlando da Hora.

    Bahia: Douglas; Nino, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson e Elton; Zé Rafael, Allione (Rafael Santos) e Edigar Junio; Kayke (Júnior Brumado). Técnico: Guto Ferreira.