ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Bahia arranca empate no último lance e segue no Z-4 do Brasileirão

  • Por Itamarati Notícias segunda-feira, 11 de junho de 2018 01:19:00 Comentários
    O Bahia empatou em 3 a 3 com o Botafogo, neste domingo (10), na Fonte Nova, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Esquadrão chega a quatro jogos sem vencer e continua na penúltima colocação do certame nacional.

    Bahia arranca empate no último lance e segue no Z-4 do Brasileirão (Foto: Reprodução/Internet)


    O Bahia empatou em 3 a 3 com o Botafogo, neste domingo (10), na Fonte Nova, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Esquadrão chega a quatro jogos sem vencer e continua na penúltima colocação do certame nacional.

    Com o resultado, o Tricolor baiano chegou aos nove pontos na competição nacional. Na próxima quarta-feira (13), a equipe recebe o Corinthians na Arena Fonte Nova, será o último jogo antes da parada para a Copa do Mundo.

    O JOGO
    O Bahia começou pressionando, mas sem levar muito perigo a meta defendida por Jeferson. Já o Botafogo, na primeira vez que chegou, aproveitou. Aos 12, Marcinho cruzou, Tiago afastou mal e a bola sobrou para Rodrigo Lindoso dentro da área, o volante não foi fominha e só rolou para Kieza empurrar para as redes. O K9 não comemorou em respeito ao Bahia.

    O Esquadrão quase empata aos 27. Elton fez grande lançamento para Kayke, o centroavante cruzou a meia altura e Élber completou de primeira, mas Jefferson fez excelente defesa. Quatro minutos depois, Régis apareceu livre na área e cruzou rasteiro, mas a zaga do Botafogo afastou.

    Aos 38, Élber fez excelente jogada na ponta esquerda e chutou para grande defesa de Jefferson, no rebote, Régis encheu o pé, mas a bola desviou e foi para escanteio.

    O Bahia fez bela jogada aos 45, Kayke recebeu livre mais uma vez e rolou para Zé Rafael, o camisa 10 chutou forte para mais uma grande defesa de Jefferson que mandou para escanteio. Na cobrança, o árbitro marcou pênalti do uruguaio Aguirre em cima de Lucas Fonseca. O atacante do Botafogo recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Régis cobrou bem e empatou para o Bahia.
    Nino Paraíba faz cruzamento de perna esquerda e o baixinho Allione sobe entre os defensores do Botafogo para empatar no finalzinho da partida.

    Segundo tempo
    Logo aos 3 minutos, Nino Paraíba cruzou e o zagueiro do Botafogo, Marcelo Benevenuto, cabeceou para trás e quase marcou contra o patrimônio. A resposta do Botafogo veio no lance seguinte. Leo Valencia recebeu na direita e cruzou na cabeça de Kieza, o camisa nove alvinegro cabeceou como manda o figurino para marcar o segundo dele na partida.

    Aos 12, Léo cruzou para Gregore, o volante dominou dentro da área e chutou por baixo da marcação para mais uma grande defesa do goleiro Jefferson.

    O Botafogo saiu jogando mal, Élber roubou a bola e avançou pela direita, o camisa sete rolou para trás e Vinícius empatou aos 28.

    Aos 32, Élber recebeu novamente na direita e cruzou para Kayke, o atacante fez o pivô e rolou para Gregore finalizar com força, mas Jefferson defendeu. Aos 38, Leo Valencia cobrou falta com perfeição no ângulo do goleiro Douglas e colocou o Botafogo novamente na frente do plancar.

    FICHA TÉCNICA
    Bahia x Botafogo
    Campeonato Brasileiro - 11ª rodada
    Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
    Data: 10/06/2018 (domingo)
    Horário: 16h
    Árbitro
    : Leandro Bizzio Marinho (SP)
    Assistentes: Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)
    Adicionais: Ilbert Estevam da Silva e Douglas Marques das Flores (ambos de SP)
    Cartões amarelos: Régis, Élber, Kayke, Nino Paraíba e Lucas Fonseca (Bahia) / Aguirre (2x), Moisés, Jefferson e Leo Valencia (Botafogo)
    Cartões vermelhos: Aguirre (Botafogo)
    Gols: Régis, Vinícius e Allione (Bahia) / Kieza (2x) e Leo Valencia (Botafogo)

    Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Elton (Vinícius), Gregore (Geovane Itinga) e Régis (Allione); Élber e Zé Rafael; Kayke. Técnico: Cláudio Prates.

    Botafogo: Jefferson; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso (Marcelo), Matheus Fernandes e Leo Valencia; Aguirre, Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando) e Kieza (Brenner). Técnico: Alberto Valentim.