ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

Em cinco meses, Bahia registra 18 mortes por meningite; oito foram em Salvador

  • Por Itamarati Notícias terça-feira, 5 de junho de 2018 02:54:00 Comentários
    A última morte pela doença registrada no estado ocorreu no dia 31 de maio. Um morador de Jussari, na região sul da Bahia, morreu com diagnóstico de meningite bacteriana feito pelo Hospital de Base de Itabuna, sul da Bahia.


    Dezoito mortes por meningite foram registradas na Bahia nos cinco primeiros meses de 2018, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (4) pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab). Desse total, oito óbitos foram em Salvador.

    Os números correspondem ao período de 1º de janeiro a 12 de maio. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma redução do número de mortes -- em 2017, nos cinco primeiros meses, foram contabilizados 21 óbitos.

    O número de diagnósticos da doença também caiu. Nesse ano, já foram contabilizados 116 casos, sendo 44 de meningite bacteriana, 43 de meningite viral, um caso de meningite por outro fator e 28 casos de meningite não especificada.

    Já em 2017, de janeiro a maio, foram 185 casos, sendo 58 de meningite bacteriana, 72 de meningite viral, 3 por outro fator e 52 casos de meningite não especificada.

    Morte

    A última morte pela doença registrada no estado ocorreu no dia 31 de maio. Um morador de Jussari, na região sul da Bahia, morreu com diagnóstico de meningite bacteriana feito pelo Hospital de Base de Itabuna, sul da Bahia.

    Manoel Ferreira de Oliveira, 75 anos, chegou à unidade médica no dia 29, em estado grave, e morreu por volta das 6h do dia 31. O idoso morava no distrito de Areia Branca, em Jussari, que fica a cerca de 50km de Itabuna.

    Segundo informações do Hospital de Base, o idoso chegou desorientado, com situação grave de otite, que é uma infecção no ouvido. Com suspeita de que o quadro tivesse evoluído para meningite, o paciente foi isolado e um exame constatou o diagnóstico de meningite bacteriana.

    Em caso de uma infecção acentuada, há o risco de a otite desencadear uma meningite, pois a meninge (membrana que reveste o sistema nervoso central, o cérebro e a medula espinhal) passa próximo do ouvido médio.

    A Vigilância Epidemiológica de Jussari informou que medicou as pessoas da família e aquelas que tiveram algum contato com Manoel. Os especialistas também estão monitorando o local onde ele morava. O último caso de meningite registrado em Jussari foi há dois anos.

    Meningite



    A meningite é uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, geralmente causada por uma infecção, normalmente viral. Mas a doença também pode ser causada por bactérias ou fungos. Existem vacinas para a prevenção de algumas formas da meningite.

    Os sintomas incluem dor de cabeça, febre e torcicolo. Dependendo da causa, a meningite pode melhorar com o tempo, com tratamento a base de antibióticos, ou ser fatal.

    Devem ficar atentas as pessoas que apresentarem os seguintes sintomas:

    Dores locais: costas, nos músculos ou pescoço;

    No corpo: calafrios, fadiga, febre, letargia, mal-estar, perda de apetite ou tremor;

    No aparelho gastrointestinal: náusea ou vômito;

    Na pele: erupções avermelhadas ou manchas vermelhas;

    Também é comum a pessoa doente ter alimentação insuficiente, confusão mental, sensibilidade a barulhos altos, irritabilidade, meningismo, respiração acelerada, sonolência ou taquicardia.