ANUNCIE AQUI
073 9 9952-3037

GANDU – Túmulo de jovem morto em grave acidente é violado

Por Itamarati Notícias quarta-feira, 11 de julho de 2018 22:55:00 Comentários
Vitimado em um acidente no dia 20 de maio na Ba 250 que liga Gandu a Pirai do Norte, o jovem Abmael Leal, Netinho Leal como era mais conhecido, comoveu a população de Gandu, assim como também de municípios vizinhos como Itamari e Pirai, devido a afinidade dos seus pais com estas localidades.





Vitimado em um acidente no dia 20 de maio na Ba 250 que liga Gandu a Pirai do Norte, o jovem Abmael Leal, Netinho Leal como era mais conhecido, comoveu a população de Gandu, assim como também de municípios vizinhos como Itamari e Pirai, devido a afinidade dos seus pais com estas localidades.

Seus pais, o professor e advogado Israel Leal e a servidora pública Mércia Caroline, familiares e amigos, estão perplexos, com o que aconteceu provavelmente da noite de sexta-feira (06) para sábado (07), quando o túmulo onde se encontra o corpo do jovem, foi violado.

Até o presente momento em que fechamos esta edição, ainda não era conhecido os motivos que levaram a tamanha crueldade, já que netinho era um moço pacato, de bom relacionamento com todas as classes sociais, inclusive recebendo moção de pesar por unanimidade dos legislativos de Gandu e Itamari, sem contar a grande comoção no dia dos eu sepultamento, sobretudo, por parte dos seus amigos e colegas de escola.

No artigo 210 do código penal, rege que:

“Violar ou profanar sepultura ou urna funerária leva o autor a pena de reclusão, de um a três anos, e multa”.

Baseado neste pressuposto, o que no mínimo espera por parte da polícia civil, é que seja instaurado um inquérito para que o caso seja investigado, com o apoio das filmagens das câmaras de segurança que existem nas imediações do Cemitério São Roque.

Em conversa com o pai de Netinho, nosso amigo e primo, Israel Leal, sentimos que a revolta é muito grande, ao ver o desrespeito pela dor que passa juntamente com sua esposa e demais familiares pelo falecimento precoce de um filho e ainda ter que suportar encarar a violação do túmulo onde o seu corpo material deveria está em descanso.

Outras informações que colhemos junto aos familiares, não vamos revelar para não expor ainda mais a dor deste casal, nem atrapalhar as investigações policiais.